CONCRETOS: Características e funcionalidades

caracteristicas-e-funcionalidades-do-concreto

É inegável a importância que os concretos têm para a construção civil na atualidade. Sua composição é bem simples: pasta de cimento (aglomerante + água) e materiais inertes (agregados), constituídos por areia e brita, ou pedregulho, em determinadas proporções.

O concreto é resistente à compressão, mas não à tração. Por isso, quando se deseja um material que resista simultaneamente a essas duas forças, reforça-se o concreto com uma armadura de aço.Temos então o concreto armado, base de vigas, lajes, pilares, sapatas, cintas, etc.

Clique aqui para fazer orçamento de Materiais de Construção

PESO

O peso de um determinado concreto será a soma dos pesos de seus componentes. Se, por exemplo, considerarmos o peso por metro cúbico de concretos de consistência média, teremos um peso médio de 2400 kg/m3, se o agregado for brita basáltica; 2300 kg/m3, se for brita granítica; 2100 kg/m3, brita calcária ou arenária; 1800 kg/m3, tijolos britados; 1600 kg/m3, areia quartzosa e seixo de pedra-pomes; 1300 kg/m3, escórias de carvão.  (Fonte: PIANCA, João Baptista. Manual do construtor: materiais de construção. Porto Alegre: Editora Globo, 1979)

DILATAÇÃO TÉRMICA

O concreto também sofre dilatação e contração térmica, quando há aumento ou diminuição da temperatura.  No entanto, o que faz o concreto dilatar, não são os agregados (pedras e areia), mas o cimento (aglomerante + água), que é muito mais sensível às temperaturas do que os agregados. 

A média de dilatação ou contração é de 0,01 mm (por metro linear) para cada variação de 1 grau centígrado.  Portanto, quanto maior a variação de temperatura (para mais ou para menos), maior será o nível de dilatação ou contração do concreto.  

Contudo, a variação da temperatura ambiente não se transmite instantaneamente ao concreto, mas pode agir ao longo dos anos (variando de acordo com o nível de exposição da superfície ao ar), ocasionando trincas no material.  

CONDIÇÕES CLIMÁTICAS

Além da influência térmica, os concretos estão sujeitos também à umidade do ar, à água das chuvas e à ação dos ventos. Esses fatores provocam expansão por hidratação do cimento e posterior retração por secagem, além do envelhecimento do material.  A consequência imediata será o aparecimento gradual de fissuras no concreto. 

PERMEABILIDADE X IMPERMEABILIDADE

Todos os concretos são mais ou menos porosos, e, portanto, permeáveis à água. A porosidade vai depender da dosagem dos elementos constituintes e do adensamento.

O processo de adensamento tem por finalidade eliminar o ar dos vazios contidos na massa, podendo ser realizado manualmente (socamento ou apiloamento) ou mecanicamente  (vibração ou centrifugação). O adensamento mecânico por meio de vibração resulta numa massa mais compacta e mais resistente.

Quando o cimento do concreto preencher completamente os vazios do agregado, o concreto será chamado gordo; no caso contrário, magro.  Entretanto, mesmo os concretos gordos não são totalmente impermeáveis, pois parte da água empregada  para dar plasticidade ao concreto é consumida no processo físico-químico da pega (ou da liga); a outra parte se evapora, o que deixa vazios na massa

Ainda que seja feito um excelente adensamento, é praticamente impossível preencher com o cimento todos os vazios da areia e do agregado.

Sendo assim, o nível de permeabilidade do concreto  (que nunca poderá ser máximo) dependerá da relação cimento-agregado e água-cimento, bem como da qualidade do adensamento .

O problema da permeabilidade do concreto poderá ser resolvido com a aplicação de revestimentos ou pinturas impermeabilizantes

TIPOS DE CONCRETO POR QUANTIDADE DE ÁGUA

Conforme a quantidade de água empregada, os concretos classificam-se em úmidos, plásticos e fluidos. 

Os concretos úmidos apresentam grande resistência, mas são de difícil adensamento; os concretos plásticos são os mais usados nas obras de concreto simples e armado, devido à facilidade de adensamento, embora sua resistência seja menor que a dos concretos úmidos. Já os concretos fluidos, embora menos resistentes que os úmidos e os plásticos, apresentam maior grau de plasticidade e manejo se comparados com estes, além de não exigirem adensamento.

Não esqueçam de compartilhar para amigos e familiares.

Se você tem Empresa ou é um profissional de obras e reformas e deseja responder os pedidos gerados pelo nosso sistema acesse o link abaixo e cadastre-se.

botao_cadastro_gratuito

Deixe uma resposta